Filmes | Séries | TV

Filme: A Bela e a Fera (La Belle et la Bête, 2014)

São os seus defeitos que fazem de você uma pessoa única!

Olá!!!

Esta semana estreia nos cinemas de todo País o filme A Bela e a Fera, a convite da distribuidora Califórnia Filmes, fomos assistir a pré-estreia no Caixa Belas Artes pra contar tudo em 1ª mão pra vocês.

Ao contrário do que muitos pensam o filme é baseado em um conto de fadas francês (originalmente escrito por Gabrielle-Suzanne Barbot, em 1740) e não conto de fadas da Disney (versão e o clássico mais conhecido da história) e segue um roteiro adaptável, porém sem perder a essência da obra original.

Imagem: Divulgação.

O que posso dizer, simplesmente lindo, quando eu disse que história segue sem perder o roteiro original, na verdade, sem perder a essência da mais famosa versão “A Bela e a Fera da Disney“, porém este faz mais sentido pra o público a partir da classificação etária, do que da versão animada da Disney, não espere a Bela com seu lindo vestido amarelo, não espere um musical na dança, não espere muito romantismo.

O filme contém ação, cenas de nudez, cenas de brigas, porém tudo sútil e claro para um público juvenil e não infantil. As mobílias falantes saíram de cena pra entra outras fantasias e criaturas, tudo fazendo sentido ao roteiro.

Figurino, lembra que eu falei pra não esperar a Bela no seu belo vestido amarelo, pois é, porém o figurino é apaixonante, bom eu amei! A Fera é um assunto à parte, na sua forma criatura é perfeita, nenhum pouco assustadora e não se prenda com a imagem do pôster, digo a Fera é Bela!

A fotografia , muitos cenários criados em animação computadorizada, apesar de horas sombria traz também um realismo, que nos perdemos do que é fantasia e real. Sonoplastia simples, como eu falei não espere um musical, é um filme com mais efeitos especiais, aí sim a sonoplastia entra.

Imagem: Divulgação.

Romantismo, pois é, apesar do gênero romance, senti falta, a Fera linda, maravilhosa com coração aberto, mas Bela, um tanto prática; passa o filme e de repente surge bem no final um “Eu o amo”! E você fica naquela, mas ama mesmo Bela?! Desde quando?! Mas assim é amor ou amizade?! Enfim, o romantismo ficou pra Disney, mas nada como sair do cinema, imaginando levar a Fera no colo… .

O elenco não tem “atores de peso”, mas vale ressaltar que Vincent Cassel tem no curriculum Cisne Negro e que o fato de não “serem de peso”, são excelentes.

Imagem: Divulgação.

Fiquem com trailer filme, só uma observação, na versão dublada, a voz da Bela é de Paolla Oliveira, assistimos legendado, então fico devendo está opinião, porém quem for assistir dublado conte pra gente, o que acharam?! E quem assistir legendado vem aqui contar também, se acharam o mesmo que eu, ou simplesmente e totalmente contrário… .

  • Filme: A Bela e a Fera
  • Ano de lançamento: 2014
  • Título Original: La Belle et la Bêt
  • Duração: 112 min (1h52min)
  • País: França
  • Direção: Christophe Gans
  • Elenco: Vincent Cassel, Léa Seydoux, André Dussollier / Dublado na voz de: Paolla Oliveira (Bela)
  • Gênero: Fantasia, Romance
  • Classificação etária: 12 anos
  • Distribuidor: Califórnia Filmes
  • Previsão de estreia: 25/09/2014
  • Sinopse: Na trama, passada em 1810, após o naufrágio de seu navio, um comerciante financeiramente arruinado exila-se no campo com seus seis filhos. Bela, a filha mais nova, uma menina alegre e cheio de graça fica entusiasmada com a vida rural. Certo dia o pai de Bela arranca uma rosa do jardim de um palácio encantado e é condenado à morte pelo proprietário do castelo, a Fera. Para salvar a vida do seu pai, Bela vai viver com o estranho ser. Lá ela encontra não a morte, mas sim uma vida estranha, cheia de magia, luxo e tristeza, e aos poucos descobre mais sobre o passado da Fera, que se sente cada vez mais atraída pela jovem moça.

Imagem: Divulgação.

Beijos,

... curta, comente ... Comentários