Filmes | Séries | TV

Filme: Mente Criminosa (Criminal, 2016)

Mente Criminosa (Criminal, 2016)

Para deter um terrorista internacional, a memória e as habilidades de um agente da CIA são implantadas no cérebro de um perigoso bandido.

Olá!

Ontem estreou nos cinemas o filme Mente Criminosa com elenco de peso em suspense ágil (uma mistura de suspense e ação). Apesar de ler algumas críticas ruins sobre o filme, a minha será diferente, eu gostei do filme, e olha que filme com elenco muito bom, “tende” a ser muito ruim, eu não achei.

É um filme que entreter, tem ação, violência ao extremo, um pouco de romance, porém talvez a mulherada não vá curtir, no meu caso tem meio termo não, gosto desde de animação e amo um terror trash, romance não é comigo, mas assisto também.

O filme se passa em Londres, onde um agente da CIA, Bill Pope (Ryan Reynolds) é tragicamente morto no meio de uma missão ultrassecreta. Com a morte do Pope, cada peça vital de informação que ele tinha descoberto sobre “O Holandês” (Michael Pitt), um hacker brilhante, que, ao navegar pela Dark Web, descobriu meios de acessar todo o armamento do Comando e Controle das Forças Armadas dos EUA e seu paradeiro são apagados para sempre. Homens mortos não contam histórias. Ou contam? Como diz Kevin Costner: “Mortos costumavam levar seus segredos para a sepultura, mas como desvendamos o funcionamento interno do cérebro e, com o progresso da ciência, sabemos que em breve poderá ser possível transferir as memórias de uma pessoa para outra – e as implicações são enormes”.

É por isso que o implacável chefe da CIA em Londres, Quaker Wells (Gary Oldman), embarca numa intervenção médica sem precedentes – uma cirurgia experimental que pode implantar o DNA do Pope diretamente nas sinapses do cérebro de outro homem. Ele recruta o ousado neurocirurgião, Dr. Franks (Tommy Lee Jones), que, por sua vez, encontra uma pessoa capaz de absorver as memórias do Pope: um condenado que está no corredor da morte, o desestruturado Jericho (Kevin Costner), que ao sofrer um dano cerebral na infância tornou-se imprevisível, ainda que um candidato ideal para assumir memórias de Pope. Alguém sem capacidade para empatia ou emoções, Jericho é uma lousa em branco.

Bom, se você achou fictício e intrigante, ficará mais ainda em saber que o diretor juntamente com os roteiristas, pesquisaram com alguns cientistas do Japão que estão realizando uma mesma pesquisa, ou seja, está extremamente perto de acontecer na vida real.

Eu sai de lá pensativa, ao contrário de algumas críticas que o filme é esquecido assim que se sai da sala do cinema, eu de fato achei intrigante suas memórias em outro corpo, já pensou! Mas o filme não se fixa apenas em cima desta história, não esqueça que a missão de Jericho é salvar a humanidade das garras de um vilão que quer destruí-la, as “memórias póstumas” são apenas para ajudar nesta missão.

Há rumores que Nicholas Cage recusou fazer o papel de Jericho, olha se o povo acha ele um ótimo ator em Motoqueiro Fantasma, sei não… , eu achei que ele perdeu, mas perderia mais ainda o filme, eu nunca vi um Kevin Costner tão do mal, e é por ele que “Mente Criminosa” é um grande filme, não, não dá pra olha-ló e se imaginar a protegida (♪♫♩♬And I will always love you♪♫♩♬), literalmente não dá. Nicholas Cage com esta onda de filmes ruins que fez, acabou meio apagadinho e apagaria por completo o filme, que assim seria o fiasco.

Em um roteiro misturado(ação/suspense), onde as ideologias do bem e do mal caminham juntos e ainda entram em conflitos numa só mente, um filme perigoso, se por trás não tivesse este grande ator como Costner, eu digo isso, pois eu no primeiro momento que vi o personagem, demorei assimilar que ali estava Kevin Costner, não ele não esta irreconhecível no filme, o personagem é forte demais e lembre-se é um personagem em conflito de memórias. Até mesmo Costner se perguntou: “Fiquei olhando no espelho, questionando por que eu?” ao ser escolhido para o personagem, se não lhe agradar de cara, vai por mim, de olho neste personagem.

Calma que não só tem Costner neste filme não tem, Oldman com personagem marcante, tem Tommy Lee Jones, ficou um pouco ofuscado, tem o lindo do Ryan Reynolds e para os homens tem Mulher Maravilha (em breve), ops Gal Gadot, entre outros.

Eu gostei bastante, não vou dizer nossa que filme (para o Costner sim, nota MIL), mas um filme para você assistir e sair pensativo e além de tudo distraído do dia a dia, cinema nos remete a outro mundo, né! Eu pelo menos quando entro no cinema, esqueço do mundo e torno-me um personagem rapidinho… .

Quem for assistir ou quem assistiu, conte pra gente aqui nos comentários ou nas redes sociais, que achou, pode falar que não gostou, que amou, pode tudo aqui, o espaço é seu e sua opinião complementa a minha e fazemos uma internet mais ágil e opinativa.

Deixo vocês com trailer e boa diversão!

Beijos Isa Araujo!

  • Filme: Mente Criminosa
  • Ano de lançamento: 2016
  • Título Original: Criminal
  • Duração: 113min (1h53min)
  • País: Reino Unido/EUA
  • Direção: Ariel Vromen
  • Elenco: Kevin Costner, Gary Oldman, Tommy Lee Jones, Alice Eve, Michael Pitt, Jordi Mollà, Antje Traue, Scott Adkins, Amaury Nolasco, Danny Webb, Colin Salmon e Gal Gadot
  • Gênero: Ação, Aventura
  • Classificação etária: 14 anos
  • Distribuidor: California Filmes
  • Sinopse: O homem certo no corpo errado. Em um último esforço para frear um plano diabólico, as memórias, segredos e habilidades de um falecido agente da CIA são implantadas no cérebro de um imprevisível e perigoso prisioneiro, que está no corredor da morte, na esperança que ele possa completar a missão do morto.
  • Crítica | Opinião:

*Imagens: Divulgação.

... curta, comente ... Comentários