Óleo de Coco: Espanta vontade de comer doce e diminui colesterol ruim!

Gordura benéfica da fruta ajuda a emagrecer e combate envelhecimento.

Imagem: Getty ImagesPesquisadores da UFRJ descobriram que o óleo de coco sacia a fome por mais tempo.

Para quem está de dieta ou quer ficar longe das doenças do sistema cardiovascular, o óleo de coco extra virgem é um grande aliado.

A gordura saturada encontrada no fruto é de origem vegetal, sem colesterol, além disso, ela aumenta a produção de calor no organismo (estimula o metabolismo) e queima as gorduras, por isso, ajuda a perder peso.

Ao contrário do outros óleos compostos por TCL (triglicerídeos de cadeia longa), ele traz substâncias chamadas TCM (triglicerídeos de cadeia média) que fazem com que a digestão seja rápida.

Isso significa que essa gordura passa rapidamente pelo nosso fígado e, por esse motivo, não se acumula no corpo.

Além disso, segundo a nutricionista Juliana Menegazzi, da consultoria de alimentação Saúde Viver, o óleo de coco dá sensação de saciedade maior, com um diferencial importante: quando é absorvida, é transformada em energia e não entope os vasos sanguíneos.

Ajuda, ainda, a diminuir a compulsão por carboidratos e doces.

  • O óleo de coco é considerado estável, pois, quando submetido a altas temperaturas não perde suas características nutricionais e não tem gorduras trans. Para aproveitar melhor seus benefícios, o ideal é utilizá-lo frio.

O consumo diário desse óleo, afirma Juliana, ajuda na redução do colesterol ruim e eleva os níveis do bom colesterol no sangue. Essa constatação foi percebida por pesquisadores da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Por ser rico em vitamina E, é um antioxidante, o que significa que combate os radicais livres que provocam o envelhecimento da pele.

  • O óleo de coco age como um regulador intestinal – tanto para a prisão de ventre quanto para os casos de diarreia. É um antibiótico natural, eliminando as bactérias nocivas. Alguns estudos apontaram que o óleo estimula a função da tireoide, que é responsável por controlar a velocidade do nosso metabolismo.

O ideal é consumir de três a quatro colheres (sopa) por dia. Uma sugestão: misture com sucos, vitaminas e saladas.

Fonte: Tatiana Costa do R7, publicado em 25/02/2011 às 12h59


Reportagem de 2011 e o óleo de coco continua muito bem falado e já se encontra em falta no mercado.

Confessamos que ficamos tentadas em usarmos, com estes benefícios todos que ele proporciona, porém não é só tomar e ficar magra, exercícios, dieta balanceada tem que fazer parte do cotidiano da pessoa e também não é sair por aí fazendo qualquer dieta, busque ajuda sempre de um profissional.

Um adendo, o óleo de coco que traz estes beneficios todo é o EXTRA VIRGEM.

O óleo de coco é dividido em duas categorias: refinado e virgem. A versão refinada é obtida a partir do coco seco (sem umidade), chamado de copra, e não mantém suas propriedades benéficas. O óleo de coco virgem é obtido, por processos físicos, a partir de cocos frescos (de casca marrom) e úmidos. O alimento passa pelas etapas de prensagem e filtração, preservando seus fitoquímicos naturais”, diz Adriana Castro. A nutricionista informa que o óleo virgem pode ser preparado em casa. Fonte: GNT

Óleo de coco virgem: nutricionista ensina a fazer em casa. Confira!

Alguém faz uso, sentiu alguma diferença no peso e ou na dieta???

Compartilhe, Curta e Comente
Artigo Anterior Artigo Posterior
    CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES:
     
    Siga no Bloglovin | Siga no feedly